20 de dez de 2010

''ESPECIAL DE NATAL''

Está chegando a data mais apreciada pelos comerciantes.
A data onde todos fingem a alegria, paz e união.
Felizmente eu não me encaixo nesse status
onde a hipocrisia das pessoas parecem crescer exponencialmente.  

Não que isso seja importante mas...
com toda sinceridade, 

alguém realmente lembra de  Jesus Cristo no dia de natal?


Ao se aproximar o dia mais chato e falso do ano (25 de dezembro),
podemos ver um bilhão de casas, ruas e prédios enfeitados
com luzes e árvores de natal, comércio decorado, muitas bolas coloridas,
velas, guirlandas e outros tantos artigos decorativos.
Nessa época pego gente desejando feliz natal até para a maçaneta da porta, é sério!
E é inevitável escutar em algum momento aquela pergunta ridícula:
Onde você vai comemorar o natal?
Daí as pessoas ficam desconfortadas quando digo que não comemoro o natal...
(Sim, eu sou um anti-social inveterado).


Há vários motivos pelo qual eu não gosto de festas de fim de ano,
mais especificamente o natal:


- PRA COMEÇAR É UM FERIADO RELIGIOSO.
Por ser um feriado religioso, já não suporto de ante-mão.
É uma data baseada em mentiras. E é também mais uma data 
(sem fundamentos) criada pela ''maravilhosa'' igreja católica,
o que faz com que tudo isso não signifique nada para mim.

 - HIPOCRISIA.
É época de falsidade. Aquelas mesmas pessoas 
que passam o ano todo te repudiando,  te xingando e mandando 
para lugares nada agradáveis, ou que falam mal pelas costas,
todas elas (sem excessão), misteriosamente
ficam  amáveis nesse dia.

 - COMÉRCIO E A OBRIGAÇÃO DE DAR PRESENTES.
Os comerciantes esfregam as mãos de alegria nessa época.
Os preços vão as alturas e todos faturam horrores.
E como se não bastasse, você é praticamente intimado a dar presentes.
Se você não cumpre com essa tradição, você é amaldiçoado,
crucificado, e esquartejado. Tá ok, eu exagerei... mas é quase isso.
(Onde está o tal espírito natalino de dar sem receber nada em troca?)

- MÚSICAS NATALINAS E O PAPAI NOEL. 
Escutar ''Então é natal'' com Simone cantando é no mínimo torturoso.
Isso sem falar no especial de fim de ano com Roberto Carlos na Globo.
Fora isso, ainda penso que os adultos sentem prazer em colocar merdas
na cabeça da gente quando somos crianças.
Eu sinto pena de ver crianças escrevendo cartas para um ser fictício (que nunca irá responder) e logo mais descobrir: O papai noel não existe!
Alguns (filhasdaputa) ainda dizem que ele foi assassinado pelo coelhino da páscoa.
É por isso que as crianças crescem revoltadas e mal-humoradas!


''25 DE DEMBRO!'' 

Não é difícil perceber que, ao contrário do que dizem, o personagem 
principal desta festa não é Jesus, mas sim o papai Noel e, conseqüentemente, 
o comércio realizado em seu nome. A falsidade do natal é tanta, 
que nem a data do nascimento de Cristo é 25 de dezembro. 
Muito antes sequer do nascimento dos pais de Jesus, na Roma antiga,
a data de 25 de dezembro marcava o início das celebrações
em homenagem ao nascimento do deus Sol, conhecido como 
"Natalis Sollis Invicti"...
Com a oficialização do cristianismo no interior do Império Romano,
várias datas (pagãs) foram incorporadas com o propósito de
alargar o número de convertidos (a força ou não) à nova religião do Estado.

(Mesmo a bíblia não especificando o nascimento de Cristo,
as autoridades cristãs fizeram a escolha desta data,
que foi mais tarde reconhecida pelo Papa Julius por volta de 340 d.C.)


  

(Sem mais... logo mandarei o meu endereço 
para que todos possam me dar presentes caros...
e não precisam me dizer feliz natal, eu só quero os presentes, 
combinado!?)







Nenhum comentário:

Postar um comentário